Fonte: OpenWeather

    Dia dos finados


    Dia dos finados é marcado por movimentação e homenagens em Manaus

    A estimativa é que 500 mil pessoas vão até os cemitérios de Manaus fazer homenagens aos falecidos familiares

     

    O dia dos finados foi marcado por homenagens e saudades
    O dia dos finados foi marcado por homenagens e saudades | Foto: Bianca Fatim

    MANAUS (AM) - Homenagens e lágrimas é o que marcam as visitas aos cemitérios de Manaus nesta terça-feira (2), Dia dos Finados. Após 2020, um ano cheio de perdas e restrições devido à pandemia da COVID-19, a data volta a levar os familiares aos cemitérios para relembrar os bons momentos daqueles que marcaram vidas. A estimativa é que 500 mil pessoas vão até os cemitérios de Manaus. 

    A covid-19 ceifou a vida de 9.482 mil vidas em Manaus e dilacerou famílias. A comerciante Glória Fernandes, 43 anos, foi uma das pessoas que foi afetada com a perda de um ente querido. Em dezembro de 2020, ela perdeu o pai de 71 anos para a covid-19. 

    Ela conta que o pai, o seu Jailton Gonçalves, tinha o hábito de sempre ir até o cemitério visitar o túmulo dos pais e da filha, que morreu aos 5 anos de idade de pneumonia, há mais de 30 anos. Agora, ela homenageia o genitor, os avós e a irmã no cemitério Nossa Senhora Aparecida, no Tarumã. 

    "Meu pai sempre fez questão de visitar os pais e a minha irmã no dia dos finados, e eu não podia deixar de fazer o mesmo por ele nessa data. É impossível não se emocionar e pensar que ele poderia estar aqui se não fosse essa doença que levou a vida de tantas pessoas". 

    Outra pessoa que fez questão de ir até o cemitério visitar um familiar, foi a aposentada Maria das Graças Souto, de 65 anos. A visita é para a filha, que tinha 27 anos quando morreu em um acidente de carro. 

    Mesmo com sete anos que a filha se foi, a aposentada faz questão de ir até o cemitério todos os anos visitar o túmulo da jovem. Em 2020, quando não pôde ir até lá, a mulher sentiu que estava faltando algo no seu dia. 

    "Eu sou católica, então quando eu não fui lá ano passado sentir que estava faltando algo no meu dia. Faço questão de ir todos os anos. É uma forma de prestar uma homenagem a minha filha, que mesmo que não esteja mais aqui, vai ser lembrada por até o meu último dia."

    Cemitérios de Manaus

     

    O cemitério  Nossa Senhora Aparecida teve intensa movimentação
    O cemitério Nossa Senhora Aparecida teve intensa movimentação | Foto: Reprodução

    Os cemitérios de Manaus irão funcionar de 7h as 18h, e mais de mil servidores municipais atuarão no atendimento e orientação ao público. Uma grande estrutura de atendimento foi montada, por meio da Secretaria Municipal de Limpeza Urbana (Semulsp), em parceria com demais pastas da Prefeitura de Manaus. 

    Além disso, o monitoramento das vias no entorno dos principais cemitérios da cidade será realizado por 236 agentes de trânsito e fiscais de transportes. A ação vai ter a coordenação do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU)

    São João Batista – A avenida Álvaro Maia, zona Centro-Sul, será interditada a 0h de terça-feira, no trecho entre a avenida Maceió e a rua Joaquim Gonzaga Pinheiro (atrás do cemitério). Outra interdição será na avenida Maceió, no trecho entre a avenida Marciano Armond, ao lado do reservatório do Mocó até a avenida Álvaro Maia.

    O conjunto focal do semáforo da avenida Major Gabriel será invertido, permitindo a conversão para à esquerda no sentido, avenida Álvaro Maia para a Major Gabriel, devido a interdição na frente do Cemitério.

    Santa Helena – O fluxo de veículos nos corredores próximos ao Cemitério Santa Helena, no bairro de São Raimundo, zona Oeste, terá as seguintes alterações: A rua Sagrado Coração de Jesus será interditada a partir das 6h de terça-feira, no trecho entre as ruas Vista Alegre e Jerônimo Ribeiro, atrás do cemitério.

    Nossa Senhora de Aparecida (Tarumã) – A avenida do Turismo, zona Oeste, não será interditada no Dia de Finados. Apenas os retornos no canteiro central em frente ao cemitério serão fechados. O acesso ao cemitério será realizado pelo portão da frente (principal). Os agentes delimitarão os estacionamentos na via com cones, que será proibido nas proximidades da área de acesso dos pedestres.

    São Francisco – No Cemitério de São Francisco, bairro do Morro da Liberdade, zona Sul, a rua Coronel Pedro de Souza será interditada a partir das 6h da manhã de terça-feira, entre as ruas São Benedito e Brasília.

    Santo Alberto – Situado na Colônia Antônio Aleixo. Interdição apenas da rua Monteiro Maia entre rua do amor e rua Professor Azevedo, na frente do cemitério, no horário das 6 às 19h.

    Nossa Senhora da Piedade – Localizado na avenida Torquato Tapajós, zona Norte, não haverá interdições, apenas controle de trânsito e apoio na travessia de Pedestres;

    Entenda o dia dos finados 

    Um feriado tipicamente católico, o dia dos finados surgiu após uma tradição da Igreja Católica. No dia 1º de novembro é comemorado o Dia de Todos os Santos, quando se reza por aqueles que morreram em estado de graça, com os pecados perdoados.

    Assim, o dia seguinte foi considerado o mais apropriado para fazer orações por todos os demais falecidos, que precisam de ajuda para serem aceitos no céu.  É por isso que no dia 2 de novembro se celebra o dia de Finados.

    Veja a live feita no cemitério de Manaus: 

    Leia mais: 

    Veja como será atendimento nos cemitérios de Manaus no Dia de Finados

    Cemitério Nossa Senhora Aparecida ganha iluminação de LED

    Morre cachorro Bob que vivia em cemitério desde enterro da dona