Fonte: OpenWeather

    Segurança


    Segurança nas escolas municipais é potencializada pela prefeitura

    A ação vai beneficiar os mais de 250 mil alunos da rede de ensino, além de professores, gestores e toda a comunidade escolar

    Rondas policiais serão mais ostensivas contando com o apoio de instituições | Foto: Divulgação

    MANAUS (AM) - Com o objetivo de potencializar a segurança nas 509 unidades de ensino coordenadas pela Secretaria Municipal de Educação (Semed), foi lançado pela Prefeitura de Manaus, o Programa Segurança nas Escolas (Proseg). A ação vai beneficiar os mais de 250 mil alunos da rede de ensino, além de professores, gestores e toda a comunidade escolar. A Prefeitura de Manaus lançou, nesta quarta-feira (20), no auditório do Executivo municipal, no bairro Compensa, Zona Oeste.

      A partir da sua implantação o Proseg já apresenta melhorias como a modernização do sistema de segurança, com o aumento das tipologias de A a D e número de postos de Agentes de Portaria (AGPs), passando de 18 para 145. Utilização do aplicativo Sasi - Escola e Comunidade Segura, que será usado pela comunidade que vive no entorno das escolas e pelos servidores da Semed.  

    Com as parcerias estabelecidas pelo Proseg, as rondas policiais serão mais ostensivas contando com o apoio de instituições como polícias Militar e Civil, Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM), além da atuação intersetorial com a Casa Militar, Secretaria Municipal do Trabalho, Empreendedorismo e Inovação (Semtepi) e o Centro de Controle da Cidade (CCC).

    Durante o lançamento do programa, o secretário municipal de Educação, Pauderney Avelino, informou que o Proseg serve para alcançar diversas regiões da cidade e agradeceu ao prefeito David Almeida, por esta iniciativa inédita.

    “Esse trabalho novo e pioneiro da Prefeitura de Manaus foi criado para fazer frente e combater a criminalidade nas redondezas e dentro da própria escola. Queremos aproveitar a oportunidade para agradecer ao prefeito David Almeida por todo o apoio que tem nos dado, para executarmos programas desta proporção, esse em especial, que vai oportunizar um ambiente mais seguro e de mais tranquilidade para alcançarmos uma educação de qualidade nas nossas escolas”, pontuou.

    Segundo ele, será possível oferecer mais segurança à comunidade escolar.

    “Estaremos criando a ronda escolar por meio de parcerias com as polícias Civil e Militar, para evitarmos que os nossos alunos sejam atingidos com a criminalidade nas portas das escolas. Além de evitarmos roubos e vandalismos com o bem público nessas unidades”, ressaltou Avelino.

    Para o subsecretário de Infraestrutura e Logística (Infralog) da Semed, Marcelo Campbell, o programa é um resgate e cuidado com os alunos das escolas municipais e com os colaboradores dessas unidades.

    “Enfrentamos um grande problema de criminalidade na cidade, e a escola tem sido vítima desses problemas sociais. Então o programa vem para dar mais segurança aos alunos e aos professores, com um sistema de segurança integrado, renovado e aperfeiçoado”, destacou.

    Mudanças

    Para o gestor da escola municipal Benjamin Matias Fernandes, no Lago Azul, zona Norte, Allan de Souza, que conta com 948 alunos do 1° ao 5° ano do ensino fundamental, o Proseg vai ajudar muito o trabalho já realizado nas escolas sobre a temática.

    “O programa vem sendo muito eficaz na nossa escola, porque entendemos que é importante juntar forças em prol da segurança dos educandos da nossa cidade. Nós tivemos um caso de furto de cabos, e com o programa podemos perceber uma mudança substancial já que, com o novo sistema de câmeras, não tivemos mais nenhum caso de furtos ou problemas desse tipo”, disse Allan.

    Leia Mais

    PSS: Seduc convoca 89 profissionais para atuação no Amazonas

    Serafim chama atenção para ameaças de atentados em escolas de Manaus

    *Com informações da assessoria