Fonte: OpenWeather
    Em tempo / Holofotes / Polêmica

    Holofotes / Polêmica


    Jornalista da CNN Brasil se infiltra em festa polêmica de Neymar

    Festa está repleta de famosos e modelos, que receberam a instrução de não utilizar celulares nem divulgarem informações do evento

     

    Ministério Público prometeu suspender o evento que durará até a virada de ano
    Ministério Público prometeu suspender o evento que durará até a virada de ano | Foto: Divulgação

    Manaus - A grande festa de Réveillon do jogador Neymar, em Mangaratiba, no Rio de Janeiro, segue dando o que falar. O evento, que era para ser secreto, pode ter detalhes expostos na mídia após uma jornalista da emissora CNN Brasil se infiltrar nas comemorações. 

    Mariana Vasques, é editora na emissora desde janeiro deste ano e também já trabalhou na Record durante quatro anos. A jornalista apagou de sua biografia no Instagram que trabalha na CNN, mas as informações continuam no perfil do Linkedin. A editora é amiga da modelo Talita Donegá, amiga do jogador do PSG, que também está na festa. As informações são do colunista Léo Dias.

    Polêmica

    O Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) está analisando as denúncias que recebeu acerca da festa de Réveillon de Neymar Jr. em Mangaratiba, na Costa Verde do Rio de Janeiro.  Em plena pandemia, o evento para centenas de pessoas teve início no dia 25 e segue até a virada do ano. 

    O prefeito de Mangaratiba, Alan Bombeiro, explicou o motivo de não poder barrar a festa de Réveillon de Neymar, que ocorre em meio a pandemia da Covid-19. Ele afirmou que não recebeu nenhuma denúncia de aglomeração do evento. 

    *Com informações do UOL

    Leia Mais:

    Ex-BBB Marcela Mc Gowan assume romance com cantora e publica foto

    Neymar aluga mansão com diária de R$ 6 mil para réveillon

    Gusttavo Lima e Mariana Rios vivem romance, aponta colunista