Fonte: OpenWeather

    Ação policial


    Homem que mandou matar agricultor por vingança é preso em Manaus

    Segundo a polícia, a vítima utilizou um forno, que pertencia ao suspeito, para produzir carvão, depois fez a venda do produto sem repassar nenhum valor para France Daik, que decidiu se vingar

     

    France Daik foi preso nesta quarta-feira
    France Daik foi preso nesta quarta-feira | Foto: Divulgação

    Manaus - France Daik Sinfronio Batista, de 37 anos, foi preso na manhã desta quarta-feira (13), em cumprimento a mandado de prisão. Ele é apontado como o mandante do homicídio do agricultor Jacó Pinheiro de Araújo, de 25 anos, ocorrido no dia 4 de janeiro deste ano, no ramal do Chicão, em Manacapuru, a 68 quilômetros de Manaus.

    De acordo com o delegado Rodrigo Torres, titular da Delegacia Interativa de Polícia (DIP) do município, France estava escondido em uma residência da comunidade da Sharp, no bairro Armando Mendes, na zona Leste de Manaus.

    O delegado destacou que durante o cumprimento do mandado de prisão, o acusado tentou se passar por outra pessoa, mas logo a equipe policial constatou que ele estava mentindo e o capturaram.

    Relembre o caso

    Segundo as autoridades, France teria mandado matar a vítima por causa de uma dívida. O crime contou, ainda, com as participações de Emerson Almeida de Araújo, de 20 anos, que já foi preso, e Andrey Souza da Gama, de 18 anos, que segue foragido.

    “As investigações apontaram que a vítima teria utilizado um forno, que pertencia a France, para produzir carvão, e realizou a venda do produto sem repassar nenhum valor ao proprietário, que decidiu se vingar”, disse o delegado.

    Conforme Rodrigo Torres, horas antes do assassinato, France Daik oferece uma recompensa de R$ 2 mil para que Emerson e Andrey executasse Jacó, o que de fato aconteceu na noite do dia 4 de janeiro, quando a vítima foi morto a facadas pela dupla. Entretanto, o pagamento não foi realizado a nenhum dos dois assassinos.

    Após o andamento das investigações, Emerson foi o primeiro a ser preso e relatou os detalhes da ação criminosa. Os policias agora procuram por Andrey Souza.

    France Daik e Emerson irão responder por homicídio qualificado. Eles ficarão na carceragem da DIP de Manacapuru, à disposição da Justiça.

    Leia mais

    Vídeo: capitão da PM tenta reagir, mas é morto por bandidos em Manaus

    Acompanhado de adolescentes, jovem é achado morto em motel de Manaus

    Tiroteio entre facções deixa um morto e um baleado no Valparaíso